Defensoria Pública passa a exigir cadastro de identificação em agosto

Secretária executiva da DPMT, Luziane Castro
Secretária executiva da DPMT, Luziane Castro

A partir de agosto, o cidadão que quiser ter acesso às dependências físicas da sede administrativa da Defensoria Pública de Mato Grosso, localizada no Centro Político Administrativo (CPA), em Cuiabá, terá que fazer o cadastro de identificação, por meio de documentos com foto. A medida integra parte do plano de implantação da segurança orgânica do local, que passa pela proteção de pessoas, instalações, documentos e comunicações.

O cadastramento será feito na recepção do órgão, onde foi instalada uma catraca que exigirá o depósito de um cartão magnético ou a liberação dela pela recepcionista, após a indicação, por parte do visitante, do setor que será acessado.

Leia mais AQUI

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Publicações Relacionadas