Rapinadores de concentração

Auditor público externo do TCE, Francisney Liberato Batista Siqueira

Às vezes, temos até o desejo de se concentrar mais em nossas tarefas e atividades diárias, mas infelizmente nem sempre conseguimos, devido a fatores que têm sugado a nossa mente e o nosso foco. Como se livrar dos furtadores do nosso tempo e concentração?

A tendência do nosso cérebro é nos sabotar, isto é, impedir a realização de tarefas com qualidade e inclusive deixando tudo para depois, como um verdadeiro procrastinador.

Porém, se reajustarmos a nossa forma de viver e de ter mais organização mental, e menos rapinadores de concentração, é certo que chegaremos a resultados profícuos para nossa vida.

Imagine você chegar na sua casa e ela está totalmente bagunçada? Complicado isso, não é verdade? Independentemente de quem provocou a bagunça, se foi o cachorro, filhos, cônjuge, ou quem sabe você mesmo. A bagunça e desorganização estressa muito. Você não encontra o que deseja, ou quando encontra lhe causa muito transtorno e perda de tempo.

A ansiedade, distúrbio psicológico, enfim.

A vida equilibrada em todos os seus aspectos, ou seja, físico, mental, emocional, espiritual e social te conduzirá a uma vida melhor e mais feliz, com organização. Por outro lado, se ocorre desgaste em quaisquer uma dessas áreas, teremos um transtorno maior para nos concentrar. Exemplo disso é se a sua mente está cansada devido à correria da vida e das suas responsabilidades, é certo que você terá grandes dificuldades para se concentrar, o mais adequado é descansar, se alimentar bem, praticar atividade física, ter um sono revigorante, após retornar as energias, dar continuidade às suas tarefas.

A ingestão de estimulantes é apenas um paliativo, não sana a causa dos problemas, que nessas circunstâncias é descansar.

Os problemas e preocupações ofendem a nossa emoção. Se postergarmos a sua resolução, mais desgastados emocionalmente ficaremos. Não adianta insistir para resolver as demandas, pois a sua concentração estará arruinada. Sugiro que resolva os problemas e preocupações, na sequência, concentre-se de forma mais intensa e dê o seu melhor nos seus afazeres.

Limpe essa nuvem de problemas da sua vida, perdoe, conheça a si mesmo, ressignifique a sua vida e viva de forma mais leve.

Não permita que o seu cérebro mande em você. Não é loucura isso! Você deve organizar a sua vida, traçar metas e atividades para ter mais resultados. Se for depender da motivação, posso afirmar que é algo muito instável, então, prefira fazer e ir aperfeiçoando.

Tenha motivos e pressupostos para agir, ou seja, motivação, ou em um conceito mais adequado, automotivação, isto é, a motivação parte de você, com suas razões, tudo de forma racional, após você entrará no campo da ação e realização.

A vida é instável para todos. Há problemas e dificuldades em todos os lugares, se formos concentrar nisso, não teremos resultados e muito menos foco.

Sendo assim, sugiro que você liste todos os seus rapinadores da concentração, trace metas para se livrar disso, enfim, viva de forma mais organizada e otimizada na realização de suas tarefas.

Francisney Liberato é auditor público externo do Tribunal de Contas de Mato Grosso.

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Publicações Relacionadas

A tese da “Revisão da Vida Toda”, assunto de mérito, já considerado, de forma unânime, em julgamento pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) aguarda…
Vivemos em um momento diferente, mas a OAB tem regras claras em relação à publicidade na Advocacia. Ela sempre foi muito limitada, muito engessada,…