Reforma da Previdência determina que Mato Grosso eleve alíquota previdenciária

Sec. Rolim

Durante a reunião do Conselho de Previdência de Mato Grosso, realizado nesta quinta-feira (05.12), no Palácio Paiaguás, para discutir sobre a reforma da previdência nacional, o Secretário de Previdência do Ministério da Economia, Leonardo Rolim, apontou urgência em Mato Grosso, que possui a alíquota em 11%, em elevar o percentual para 14%.

Com a não elevação, o Estado estaria sob pena de ficar sem o Certificado de Regularidade Previdenciária e consequentemente, impedidos de receberem financiamentos e transferências da União, entre outras vedações.

Até o momento, três Estados brasileiros já aprovaram suas reformas previdenciárias, sendo eles: Acre, Espírito Santo e Paraná. Mato Grosso já possui um modelo de previdência estadual aos moldes do nacional, que está sendo discutido pelo conselho e que foi elogiado pelo secretário nacional durante a reunião ordinária.

Mais informações AQUI

Compartilhe

Publicações Relacionadas

De volta ao Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT) após quatro anos e 10 meses de afastamento, o conselheiro Sérgio Ricardo fez questão de…