Polícia Federal investiga vendas de sentenças na Bahia e STJ afasta desembargadores

Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA)desembargador Gesivaldo Britto

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira (19.11), a Operação Faroeste, para desarticular um possível esquema de venda de decisões judiciais por juízes e desembargadores do Tribunal de Justiça da Bahia, além de  lavagem de ativos, evasão de divisas, corrupção ativa e passiva,organização criminosa e tráfico influência.

O presidente do Tribunal de Justiça da Bahia, três desembargadores e dois juízes foram afastados do cargo pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), por um prazo de 90 dias.

Estão sendo cumpridos quatro mandados de prisão temporária e 40 de busca e apreensão.

 

Mais informações AQUI 

Compartilhe

Publicações Relacionadas

De volta ao Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT) após quatro anos e 10 meses de afastamento, o conselheiro Sérgio Ricardo fez questão de…