Justiça do Trabalho reconhece estabilidade para bancários com menos de 24 meses para se aposentar

Tribunal Regional do Trabalho

A Justiça do Trabalho de Mato Grosso reconheceu o direito a estabilidade a uma bancária que foi demitida 2 anos antes de se aposentar. A bancária foi dispensada do banco com 32 anos e 3 meses de trabalho e recorreu a justiça com base na Convenção Coletiva de Trabalho da categoria, que prevê a estabilidade nos últimos 24 meses de serviço antes da aposentadoria.

 

O Tribunal Regional do Trabalho de Mato Grosso não apenas reconheceu a necessidade da estabilidade, como determinou o retorno da bancária ao trabalho e o pagamento de todas as verbas e benefícios durante o período.

Compartilhe

Publicações Relacionadas

De volta ao Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT) após quatro anos e 10 meses de afastamento, o conselheiro Sérgio Ricardo fez questão de…