TRE-MT participa de debate sobre as Metas Nacionais do Poder Judiciário 2020

TRE-MT

O caminho que o Poder Judiciário brasileiro irá adotar a partir de 2020 começou a ser traçado nesta quarta-feira (28.08). Trata-se da 2ª reunião Preparatória para o XIII Encontro Nacional do Poder Judiciário, realizada no Conselho Nacional de Justiça (CNJ) em Brasília. O Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT) participou do evento.

 A Reunião buscou, além de consolidar e apresentar as propostas de Metas Nacionais dos segmentos de Justiça para 2020, fazer uma análise dos dados do Relatório Justiça em Números 2019 (ano-base-2018). “As metas do CNJ são fundamentais para o desenvolvimento da gestão do Poder Judiciário. São desafios discutidos nacionalmente para que haja uma evolução de todo o Poder Judiciário. No TRE-MT atuamos para reduzir o estoque de processos, de ter celeridade nos julgamentos, e isso somente é possível mantendo o foco na eficiência nas rotinas de trabalho, na valorização do corpo de servidores, na capacitação destes para conseguir lidar com o crescimento constante da demanda de trabalho”, destacou o diretor geral do Tribunal, Mauro Diogo.

 O XIII Encontro Nacional, previsto na Resolução CNJ n. 198/2014, art. 12, § 3º, contará com a participação de presidentes dos tribunais, integrantes da Rede de Governança Colaborativa do Poder Judiciário, responsáveis pela área de Gestão Estratégica e servidores da área de estatística.

Também presente na reunião em Brasília, o juiz auxiliar da Corregedoria, Emerson Luis Pereira Cajango, reforçou a importância destes eventos para o funcionamento da Justiça Eleitoral. “As propostas orçamentárias dos tribunais devem ser alinhadas aos seus respectivos planos estratégicos, de forma a garantir os recursos necessários à sua execução. Ou seja, o Tribunal somente pode propor um orçamento, e executá-lo, se este estiver alinhado com as metas nacionais. Por isso é fundamental participar da construção das mesmas para expor nossos desafios e limitações locais”.

Fonte: TRE-MT

Compartilhe

Publicações Relacionadas

De volta ao Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT) após quatro anos e 10 meses de afastamento, o conselheiro Sérgio Ricardo fez questão de…